Como ter organização financeira com o consórcio

Como ter organização financeira com o consórcio

O consórcio é uma maneira de pessoas e empresas realizarem conquistas sem ficar endividadas para isso. É possível adquirir uma série de bens ou serviços com o consórcio, como comprar novos imóveis, realizar reformas e adquirir terrenos, mas hoje vamos explicar especificamente como ter organização financeira com consórcios.

O que é organização financeira?

A organização financeira é o processo de identificar os locais em que você movimenta seu dinheiro e com base nisso buscar otimizar seu consumo para o que você realmente precisa ou deseja.

Através da organização financeira, você poderá conhecer todos seus ganhos e seus gastos para assim focar nas suas prioridades.

O primeiro passo para a organização financeira é você saber claramente quais são seus ganhos totais no mês. Se você não tem um salário fixo, faça a média dos últimos 4 salários mensais que você recebeu e use o resultado.

Após você somar todos seus ganhos, você irá somar os seus gastos, começando com as contas fixas, como luz, água, internet, telefone fixo e celular, etc. Para contas como de luz e água, que podem ter valor variados de mês para mês, faça a média dos últimos 4 meses. Depois de somar as contas e boletos mensais, comece a pensar nos gastos imprevistos e nos pequenos gastos do dia a dia, como um lanchinho fora de casa no início da manhã, um almoço em restaurante diferente, etc.

Após ter os números totais, diminua seus gastos do total que você ganha e você poderá perceber se o seu saldo é positivo ou negativo.

Se o seu saldo for positivo é uma boa notícia. Significa que você está ganhando mais do que está gastando e assim está acumulando este valor. Você provavelmente tem uma noção de organização financeira

Se o saldo for negativo você precisará passar por todo o processo da organização financeira para aprender a equilibrar seu orçamento e quem sabe ganhar mais dinheiro.

Como controlar os gastos:

  • Do maior gasto ao menos

Faça uma lista dos seus gastos, começando pelo maior valor e terminando com o menor. Dessa forma você poderá visualizar claramente os principais responsáveis pelos seus gastos. Este é apenas o começo da sua organização financeira.

  • Corte as despesas em excesso

Olhe para sua lista de despesas e veja o que pode ser cortado ou reduzido. Contas como água e luz normalmente podem ser reduzidas. Contas de telefone e internet também podem ser reduzidas.

Dependendo da situação, você pode até mesmo cancelar o telefone fixo e ter apenas o celular, já a internet você pode optar por um plano mais barato com menor velocidade.

Se você quer realizar sua organização financeira, não poderá ter preguiça ou medo de fazer cortes nas suas despesas.

  • Crie uma folga no seu orçamento

Para a organização financeira, é muito importante você conseguir abrir uma folga no seu orçamento. Num primeiro momento, isso normalmente significa cortar gastos em tudo que não é realmente necessário.

Caso mesmo depois do corte de gastos você não consiga abrir essa margem para que seus ganhos superem seus gastos, você terá que avaliar se não pode trocar de empresa por uma que tenha remuneração melhor ou então até mesmo trocar sua profissão.

 

 

Neste processo da organização financeira, é fundamental que você crie essa diferença entre os gastos e ganhos.

Começando a quitar as dívidas e ter organização financeira

  • Negocie com seus credores

Independentemente de onde você estiver endividado, é do interesse de ambas as partes que o pagamento seja feito, por isso busque negociar todas as suas dívidas para obter descontos ou melhores condições para realizar o pagamento.

  • Busque uma renda extra

Se as opções de trocar de empresa ou profissão são inviáveis, considere usar seu tempo livre para conseguir dinheiro extra, além do que é pago pelo seu trabalho. Isso pode ser feito de formas simples, como preparando almoços e jantas para venda, compra e revenda de produtos, etc.

Procure olhar ao seu redor e se pergunte o que a maioria das pessoas que você conhece consumiria.

  • Use os recursos que entrarem para amortizar ou quitar dívidas

Agora que você conseguiu abrir um espaço no seu orçamento, a organização financeira deve começar a agir este valor de diferença entre seus gastos e ganhos.

Se você está endividado, liste quais são as suas dívidas e organize elas por necessidade. Uma conta de luz é muito mais importante do que uma assinatura de Netflix.

Tente entrar em contato com os locais em que você está inadimplente e busque renegociar sua dívida, para você possa quitá-la assim que possível. Comece a quitar suas dívidas por ordem de importância para sua vida.

  • Priorize as dívidas com maiores juros

Em segundo lugar, priorize dívidas com juros mais altos, pois elas são as que mais estarão te prejudicando a longo prazo. Os juros altos significam que você está pagando a mais por algo que não consome.

  • Quite seu financiamento com consórcio

Existem algumas regras que você deve observar para quitar o financiamento usando consórcios, mas no geral você pode usar um consórcio para quitar seu financiamento. Desta forma, você deixa de pagar os altos juros cobrados pelos financiamentos e assume compromisso somente com o consórcio.

  • Use consórcios para ter uma organização financeira

Se você deseja comprar imóveis, realizar reformas e ampliações, construir um imóvel, entre outras aplicações, use o consórcio para realizar seus sonhos sem ficar endividado ou sem capital.

Através dos consórcios você consegue realizar seus sonhos e ainda praticar sua organização financeira, além de obter vantagens como negociar descontos para pagamento à vista.

  • Comece a investir com consórcios

Com os consórcios é fácil você realizar investimentos que podem ter alta lucratividade. O consórcio imobiliário permite realizar uma série de investimentos, tanto internos como externos, sempre respeitando a organização financeira.

Pessoas podem adquirir novos imóveis e usá-los para obter uma renda extra, ou então fazer negociações e empresas podem realizar a expansão programada da planta industrial, ou então adquirir equipamentos novos que irão aumentar a produtividade e gerar mais lucros.

Para saber mais sobre os investimentos em consórcio, sugerimos a leitura do nosso artigo Como investir em consórcio imobiliário.

 

Converse com nossos consultores para saber mais sobre nossos consórcios. Somos representantes autorizados de algumas das maiores administradoras de consórcio do Brasil, como Banco do Brasil e Caixa. Entre em contato conosco para simular e contratar seu consórcio.

Site criado por

Ação Web - Criação de Sites E-commerce e Loja Online

WhatsApp