10 Maneiras de usar o consórcio após contemplar

10 Maneiras de usar o consórcio após contemplar

Os consórcios podem ser considerados como muito versáteis pois permitem diversas aplicações e usos para o crédito. Separamos aqui 10 maneiras de usar o consórcio após contemplar.

Como funciona o consórcio

No consórcio, um grupo de pessoas se junta com o objetivo de adquirirem um mesmo tipo de bem. Por exemplo, um grupo de pessoas que se une para adquirir um imóvel.

Mensalmente as pessoas desse grupo irão contribuir para um fundo comum gerenciado pela administradora de consórcio. A administradora será responsável por gerir os recursos e realizar sorteios de contemplação.

O que é a contemplação

A contemplação ocorre quando o consorciado é sorteado em uma assembleia ou então oferece um lance para antecipar as parcelas.

Após contemplar, o consorciado pode usar a carta de consórcios dentro do limite de categoria da cota (que explicaremos em breve), porém os limites são bem amplos, diferente dos financiamentos.

Quais as categorias de consórcio

Uma das principais características do consórcio é dar a você liberdade ao usar o crédito. Mesmo que você tenha feito o consórcio para um bem específico, você poderá escolher qualquer outro desde que sejam da mesma categoria.

As categorias (ou segmentos) do consórcio foram especificadas pela Circular Nº 3.432/2009 do Banco Central no Art. 5º, inciso XIII.

É possível adquirir com consórcios:

1. veículo automotor, aeronave, embarcação, máquinas e equipamentos, se o contrato estiver referenciado em qualquer bem mencionado neste item;

2. qualquer bem móvel ou conjunto de bens móveis, novos, excetuados os referidos no item 1, se o contrato estiver referenciado em bem móvel ou conjunto de bens móveis não mencionados naquele item;

3. qualquer bem imóvel, construído ou na planta, inclusive terreno, ou ainda optar por construção ou reforma, desde que em município em que a administradora opere ou, se autorizado por essa, em município diverso, se o contrato estiver referenciado em bem imóvel;

4. serviço, se o contrato estiver referenciado em serviço;

Liberdade de uso

Devido ao fato da segmentação acontecer por categorias, isso permite ao consorciado escolher com liberdade o uso do seu consórcio, respeitando os 4 segmentos.

Dessa forma, o consorciado que adquiriu um consórcio para comprar um carro pode escolher a marca o modelo ou até mesmo usar o valor para comprar uma moto ou embarcação, pois todos pertencem à mesma categoria.

  1. Usar o consórcio para adquirir imóvel

Após contemplar, você pode usar o consórcio para compra de imóveis como casas, apartamentos, edifícios, casas rurais, sala comercial, etc.

O ideal é você ter em mente o imóvel desejado, para ter ideia de valor do bem e assim poder aderir ao consórcio certo para você.

  1. Usar o consórcio para adquirir terreno

Se você tem um consórcio contemplado referenciado como bem imóvel, você também poderá comprar um terreno do seu desejo.

Você poderá adquirir um terreno em qualquer local dentro dos limites da fronteira brasileira, mas se for fora da cidade em que a administradora opera, ela deverá autorizar a operação.

  1. Usar o consórcio para construção

Por pertencer a mesma categoria, uma única cota de consórcio referenciada em bem imóvel pode ser usada para aquisição de terreno e também construção.

Dessa forma, se você tem a intenção de construir seu imóvel, você pode escolher um valor maior do consórcio e usar o mesmo crédito para a compra do terreno e para a construção do imóvel.

  1. Usar o consórcio para adquirir automóvel

É possível você usar o consórcio para compra de automóveis. Nesta categoria você poderá adquirir carros, motos, camionetas, caminhões, máquinas agrícolas e industriais, ônibus, aviões, lanchas, barcos, etc.

Independente do veículo, todos eles poderiam ser adquiridos com a mesma carta de crédito, desde que o valor fosse suficiente para a aquisição do bem.

É possível adquirir veículos usados ou seminovos, mas a informação deverá estar em contrato. Além disso, a administradora pode fixar regras quanto ao tempo de uso do bem.

  1. Usar o consórcio para quitar financiamento

Você pode usar o consórcio para quitar um financiamento, desde que observando algumas regras.

As regras são:

1. O consórcio e o financiamento devem ser da mesma categoria*

2. O consórcio e o financiamento devem estar no nome da mesma pessoa**

3. O consórcio deve ter valor suficiente para quitar de forma total o financiamento

*Ser da mesma categoria significa que consórcios imobiliários podem ser usados para quitar financiamentos de imóveis e consórcios de automóveis podem ser usados para quitar financiamentos de automóveis.

**Algumas instituições também permitem a troca de titularidade do financiamento, mas você deverá conversar com a instituição do financiamento.

  1. Usar o consórcio para receber em dinheiro

Os consórcios foram pensados para realizar a aquisição por meio direto da administradora com provedor do bem, mas você pode receber o valor do crédito em dinheiro desde que observe duas regras:

  1. Esperar 180 dias após a contemplação
  2. Ter quitado totalmente o saldo devedor com a administradora

Se você for contemplado e não usar o crédito até o encerramento do grupo, seu saldo fica disponível para recebimento em dinheiro em até 60 dias após a data da última assembleia.

  1. Usar o consórcio para comprar bem de valor maior

Você pode adquirir bens com valor maior do que a carta de crédito que você tem. Para usar o consórcio e adquirir um bem de valor maior, você ficará responsável pelo pagamento da diferença do preço.

Se o seu consórcio é para aquisição de imóvel residencial, você também pode complementar sua carta de crédito contemplada usando seu FGTS.

  1. Usar o consórcio para pagar despesas

Se seu caso for o contrário do item anterior, onde você pagará menos que o valor total da sua carta de crédito contemplada, você pode usar até 10% do consórcio valor total do seu consórcio para cobrir despesas relacionadas a compra da casa.

Se ainda sobrar dinheiro, você pode usar seu saldo para adiantamento de parcelas ou então seguir as mesmas regras do item 6 e receber a diferença em forma de dinheiro.

  1. Usar o consórcio para investir

Você pode usar o consórcio para realizar investimentos em consórcios imobiliários. Entre as principais maneiras de você tem para fazer, está a compra e venda de imóveis. Dessa forma, você irá lucrar com os ágios dos imóveis.

Para saber mais, veja nosso artigo sobre Como Investir em Consórcio Imobiliário.

  1.  Usar o consórcio para compra e venda

Você pode realizar investimentos sem mesmo adquirir imóveis ou terrenos. Uma coisa que é permitida é a compra e venda de cartas de crédito já contempladas. As cartas contempladas possuem grande procura pois há muitas pessoas que precisam fazer uso imediato do crédito e não podem esperar para serem contemplados.

 

Somos representantes autorizados de algumas das maiores administradoras de consórcio do Brasil, como Banco do Brasil e Caixa. Entre em contato nossos consultores para simular e contratar seu consórcio.

Site criado por

Ação Web - Criação de Sites E-commerce e Loja Online

WhatsApp